sábado, 30 de agosto de 2008

Relatório Parcial da Aplicação do Material Didático sobre Liberdade





O material didático e interativo produzido pelo grupo Pallotti Produções com a finalidade de repensar os conceitos filosóficos trazendo-os para a nossa realidade foi aplicado na Faculdade Bagozzi – instituição educacional de ensino localizada à rua Caetano Marchesini, 952, Portão – Curitiba/Pr.


O curso, no qual ocorreu à aplicação, foi o de Filosofia – 4º período – na disciplina de Teoria do Conhecimento, ministrado pelo professor Bernardo Kestring, onde o mesmo colaborou na elaboração do vídeo filosófico intitulado “Livres! Somos Livres?”. O mesmo nos concedeu amplo espaço na realização da atividade proposta tanto no Caderno de Atividades que acompanha o vídeo quanto na contribuição para outras dinâmicas realizadas em sala de aula conforme o Plano de Aula formulado para essa ocasião.


A “aula” ou a apresentação dos resultados dessa pesquisa e desse trabalho experimental iniciou-se às 19h com uma breve apresentação de quem éramos e qual o motivo de estarmos ali, já que para a grande maioria tratava-se de uma novidade. Feito isso, fizemos uma exposição inicial sobre a temática da liberdade, tendo em vista despertar os “expectadores” para uma reflexão e ao mesmo tempo uma provocação.


Inicialmente, alguns alunos manifestaram interesse pelo assunto, enquanto outros pareciam não estar ainda envolvidos pelos objetivos, pois, parecia mais um corpo “estranho” dentro da temática abordada pela disciplina de Teoria do Conhecimento, quanto pela realidade pessoal de cada estudante que se encontrava naquela sala.


Tendo superado as “barreiras” iniciais, que já estavam previstas pelo grupo e pela própria estruturação da aula, passamos para o segundo momento no qual o Caderno de Atividades entrou em ação, ou melhor, as propostas que ali se encontravam para esse momento de integração e envolvimento com o assunto.


O Caderno de Atividades teve uma boa aceitação dos alunos, enquanto um integrante do Grupo Pallotti Produções – idealizadora e aplicadora do material – explicava a dinâmica proposta para aquele momento e quais seriam os resultados esperados dessa atividade, sentimos que, aquilo que parecia não haver sentido algum para muitos começou a ganhar corpo.


A dinâmica aplicada para esse momento foi montar grupos de alunos com quatro integrantes para que discutissem e expusessem suas opiniões sobre algumas indagações pertinentes sobre o tema e o que eles pensavam sobre esse problema. Com a aceitação e a colaboração de todos foram montados os grupos que trabalharam cerca de 25 min. nessa atividade de envolvimento discutindo idéias e pensando sobre o problema em questão, recortando figuras e imagens de revistas que pudessem se relacionar com o tema e com a discussão do grupo. Sentimos que se houvesse mais tempo para essa atividade os alunos continuariam suas argumentações e elucubrações na tentativa de conceituar e dar respostas significativas aos problemas apresentados.


A pretensão dessa atividade, conforme o definido e apontado pelo Grupo Pallotti Produções, na elaboração do plano de aula, não era levar ao esgotamento do assunto, mas que eles pudessem se voltar para si mesmos e refletissem sobres esses problemas que o cercam. Tendo em vista avaliar posteriormente os avanços feitos ao final desse trabalho, como também expandir a compreensão e entendimento sobre a Liberdade numa perspectiva filosófica.


Em cada grupo foi pedido para que escolhessem um relator que ficaria responsável por anotar quais foram as idéias desenvolvidas e apontadas pelo grupo. Ao final dessa atividade deveriam colar as figuras e imagens recortadas das revistas em uma cartolina para que, na seqüência cada grupo expusesse aquilo que foi discutido e qual eram as motivações que os levaram a apontar essas imagens e qual seria o sentido delas para nós hoje. Após termos ouvido e ampliássemos a discussão para toda a sala, foram muitas as contribuições significativas apontadas que permitiriam dar continuidade no trabalho.


O terceiro momento e, esse com muita expectativa já que, como nós disseram alguns alunos na sala, “não é de costume encontrar por aí filmes que abordem de forma objetiva os problemas da Filosofia, talvez esbocem de forma subjetiva, mas a nossa sociedade não pára para se questionar ou refletir sobres esses problemas tão arraigados na condição humana. Trata-se de uma proposta inovadora e pioneira nessa área”.


Durante os 50 min. de filme olhos atentos e nenhum tipo de conversa paralela, a não ser para comentar algumas imagens ou discursos que possuíam intenso significado e provocavam questionamentos no interior de cada um. Após termos assistido ao filme, realizamos uma pequena avaliação desse nosso encontro e o que ele nos permitia pensar sobre a Filosofia e sobre o mundo atual. Embora estivéssemos com o tempo esgotado, pois aproximava-se das 22h (horário de término das aulas). Os alunos permaneceram por mais alguns minutos a fim de contribuir para o crescimento de todos que se encontravam naquela sala e, principalmente, para o Grupo Pallotti Produções, na pessoa de Antonio Santana, Cleiton Henrique, João Francisco e Vanderson Alves, idealizadores dessa atividade e planejamento da aula.


Recebemos muitos elogios quanto à pesquisa, como o vídeo foi formulado, as pessoas que possuem compromisso com aquilo que fazem e deram suas contribuições no vídeo, à proposta inovadora e criativa desse trabalho e, sobretudo, pelo esforço em produzir algo que pudéssemos compartilhar com os outros. Não foi sem mérito que recebemos algumas sugestões e críticas também, já que o material se torna algo público e acessível a muitas pessoas. Algumas sugestões nos foram dadas como abordar outras idéias e refletir sobre problemas de outras naturezas, como a liberdade para o aborto e outros temas de intensas discussões em nossa atualidade. Foi nos feita à proposta de colocar esse material junto daqueles que sequer sabem o que é filosofia, ao mesmo tempo que é um desafio pode vir a ser uma conquista.


As críticas levantadas se postulam a favor do nosso crescimento e para que haja condições de expandir esse vídeo e, possa até mesmo ser transmitido por alguma emissora de Tv. Quanto ao áudio foi levando que em dois momentos no qual é narrado uma contextualização sobre tema específico a música de fundo infelizmente se sobrepõe ao som falado. Quanto às imagens no geral estão boas, mas alguns focos poderiam ter sido melhor explorados.


Enfim, a proposta de aplicação desse material didático com o objetivo de analisar e comparar criticamente como a nossa sociedade concebe o conceito de liberdade hoje foi alcançado durante a execução dessa aula. O Grupo Pallotti Produções se sente muito realizado pelo apontamentos feitos e as contribuições significativas que nos permitem refletir sobre a nossa prática enquanto educadores, futuros docentes e, principalmente seres humanos como nos diz Immanuel Kant “cidadãos do mundo”.

2 comentários:

Suely Monteiro disse...

Um colega de turma enviou-me o seu blog. Gostei muito. Parabéns.
Convido-o a visitar o meu e deixar nele a sua opinião.
Boa sorte e continue com o seu belo trabalho.
Abraços
Suely Monteiro
www.suelymoneiro.blogspot.com

Antonio disse...

Parabéns pelo o seu relatório